CAGED aponta Amargosa, Laje e São Miguel com saldo positivo

Depois de uma relativa estabilidade nos números da economia brasileira em 2017, já era hora do mercado de trabalho dar sinais de reaquecimento. Foi isso que mostrou o balanço do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) para 2017. Os números divulgados ontem pelo Ministério do Trabalho apontam que o resultado do ano passado foi o melhor em três anos, apesar de ter fechado o acumulado de 12 meses com saldo negativo de 20.832 vagas com carteira assinada.

Isso porque desde 2014 – quando foram criadas 420,69 mil vagas – os números eram ainda piores. Em 2015 e 2016, foram 1,534 milhão e 1,326 milhão de vagas a menos, respectivamente.  O saldo de 2017 é a diferença entre as contratações (14.635.899) e as de demissões (14.656.731) registradas no ano. “Para os padrões do Caged, essa redução em 2017 é equivalente à estabilidade do nível de emprego, confirmando os bons números do mercado na maioria dos meses do ano passado e apontando para um cenário otimista neste ano que está começando”, disse.

Os dados podem ser inseridos na pesquisa por microrregião no site, clique aqui. Lidera a microrregião de Jequié o município de Amargosa, com 215 novos registros. Itiruçu ocupa a 5ª colocação e segue o ritmo dos últimos anos, sem negativar os dados. Municípios como Jequié, Iramaia,  Ubaíra e Milagres,  tiveram saldo negativado.  Confira tabela na imagem abaixo.

 

*Criativa Online