Jequié completa um mês sem homicídios após ações em presídios

Foto: Divulgação/SSP-BA

O município de Jequié, no Sudoeste do estado, completou 30 dias sem Crimes Violentos Letais Intencionais (homicídio, latrocínio e lesão dolosa seguida de morte), na última quinta-feira (13). Em agosto, quando comparado com o mesmo período de 2017, a redução foi de 700% nas mortes violentas.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), os bons números são reflexos das ações policiais desenvolvidas na região para identificar os criminosos, apreender armas e desbaratar quadrilhas, principalmente de tráfico de drogas.

De acordo com o titular da Delegacia de Jequié, Moabe Macedo, uma operação realizada com o apoio da Coordenação de Monitoramento e Avaliação do Sistema Prisional (Coordip) da Secretaria de Administração Penitenciária (Seap), revelou que os principais mandantes dos homicídios estavam no sistema prisional.

“Conseguimos a transferência de alguns integrantes das quadrilhas para o Presídio de Serrinha e reduzimos os índices”, revelou.

O último CVLI na cidade, diz a SSP-BA, teve motivação passional e o criminoso já foi identificado. “Carlos dos Santos Xavier, assassino do guarda municipal Washington Sousa Pereira, vem sendo procurado. Pedimos o apoio da população na sua busca”, informou o delegado.

Além disso, as revistas realizadas nas celas e as operações realizadas nas ruas contribuíram com a redução. O comandante do 19ª Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Itamar Gondim, revelou que as unidades especiais e ordinárias intensificaram as patrulhas fora do sistema penitenciário para chegar aos executores.

*Correio