Mulheres fazem novo ato ‘Vai Ter Gorda’ no Porto da Barra: ‘Resistir para existir’

Foto: Arquivo Pessoal

O movimento “Vai Ter Gorda” levou várias mulheres para a praia do Porto do Barra, em Salvador, neste domingo (10). A ação tem como objetivo combater o preconceito sofrido pelas pessoas que estão acima do peso, a chamada “gordofobia”.“Temos tido grandes avanços. Elas têm perdido o medo de ir a praia, estão com coragem para enfrentar o mercado de trabalho. [vamos] Resistir para existir”, afirmou Adriana Santos, organizadora do grupo.

Há três anos fazendo ações, o movimento surgiu em 2016, com o intuito de combater a gordofobia e incentivar a valorização das mulheres gordas. Desde então, histórico de luta do grupo se baseia em ações de reivindicações de políticas públicas para tirar as mulheres gordas de uma exclusão do mercado de trabalho, além de abraçar outras demandas dos direitos humanos.

Desde que o movimento começou, este é o sexto ato do “Vai Ter Gorda na Praia” em Salvador. Segundo Adriana, o resultado é positivo.

“Tem sido muito boa recepção das pessoas. No início, elas têm um impacto [ao ver] várias gordas na praia, mas nunca foi proibido o trabalho de mostrar a face do preconceito [para tirar] da mente das pessoas”, disse.

Ainda de acordo com Adriana, a ação também é para chamar atenção para o direito das mulheres gordas ocuparem espaços públicos, sem sofrer discriminação.A gente precisa romper essas barreiras do preconceito, da discriminação e dizer um não à gordofobia”, concluiu.

Fonte G1 Bahia