Povo de Santo participa de caminhada contra intolerância religiosa

 

 Foto: Taís Vieira / Arquivo Pessoal

Membros de vários terreiros de candomblé de Salvador participaram da “Caminhada Pedra de Xangô” – ato contra a intolerância religiosa -, na manhã deste domingo (10).

Os participantes andaram quase 2 km em direção ao monumento sagrado do candomblé que dá nome ao ato, localizado no bairro de Cajazeiras X, na capital baiana.

A Pedra de Xangô, foi tombada pela prefeitura em 2017, por ser elemento de resistência cultural e aglutinador da teia de terreiros do conjunto de bairros de Cajazeiras.

Os participantes, que estavam vestidos de brancos, saíram do Campo do Pronaíca, no bairro de Cajazeiras, em direção ao Pedra de Xangô, por volta das 9h30. O ato acabou às 12h.

Embalados por um mini trio, os participantes da caminhada embalaram axés, em homenagem aos orixás. Ao chegar na Pedra, as pessoas rezaram e entregaram o Amalá, oferenda para Xangô.

Ações como essas, visam combater o preconceito e ataques de intolerância religiosa. O mais recente ocorreu em dezembro passado, quando 100 kg de sal foram jogados na pedra.

Em 2014, o monumento também sofreu ataques, quando foi pichado e oferendas destruídas.

Fonte G1 Bahia