Coelba desativa 10 ligações clandestinas em barracas na Praia de Ipitanga, Lauro de Freitas

Equipes técnicas da Coelba, com apoio da Polícia Civil, identificaram e desativaram 10 ligações clandestinas de energia (o popular “gato”) que abasteciam barracas de forma irregular na orla da praia de Ipitanga, em Lauro de Freitas, nesta quarta-feira (10).

De janeiro até agora, a Coelba já fez 88 mil inspeções e desativou 35 mil ligações clandestinas em todo estado. Com essa ação, o volume de energia recuperado pela concessionária seria suficiente para abastecer, por exemplo, o município de Vitória da Conquista durante seis meses.

O “gato” de energia é crime previsto no artigo 155 do Código Penal e a pena para o responsável pela fraude pode chegar a 04 (quatro) anos de reclusão. De janeiro até agora, 25 pessoas já foram presas em flagrante em todo estado cometendo a irregularidade.

Além de crime, o “gato” representa risco de morte a quem faz e a quem está próximo. A ligação clandestina também provoca perturbações no fornecimento de energia da região e pode provocar a queima de eletrodomésticos dos vizinhos. A população pode denunciar as fraudes, de forma anônima e segura, no telefone 116 ou no site da Coelba.

Fotos: Coelba/Divulgação

DICA DE SEGURANÇA COELBA

Não faça ligações clandestinas de energia elétrica. Além de crime, o “gato” coloca em riso a vida de quem faz e de quem está próximo. Denuncie a irregularidade de forma anônima no 116 da Coelba. 

Sobre a Coelba

A Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba), empresa do Grupo Neoenergia, é a terceira maior distribuidora de energia elétrica do país em número de clientes e a sexta em volume de energia fornecida, sendo a maior do Norte-Nordeste. Presente em 415 dos 417 municípios baianos, a Coelba tem uma área de concessão de 563 mil quilômetros quadrados. A empresa tem 5,9 milhões de clientes (mais de 15 milhões de habitantes).