Salvador: Saltur nega irregularidades no réveillon e diz que já colaborou com o MP

Reprodução

A Empresa Salvador Turismo (Saltur) divulgou nota nesta terça-feira (15) negando irregularidades na realização do réveillon organizado pela prefeitura em 2017 (veja mais). Segundo o órgão, as contratações realizadas aconteceram sem infringir a legislação. “Vale destacar que a entidade já colaborou com o Ministério Público prestando todas as informações solicitadas e que se encontra à disposição da promotoria para quaisquer esclarecimentos adicionais”, relata o texto divulgado pela Saltur. O atual inquérito civil que apura o réveillon de 2017 foi originado de uma denúncia realizada em julho de 2016 de autoria do ex-vereador Everaldo Augusto (PCdoB) – hoje chefe de gabinete da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (Sudesb) – defendendo que as bandas foram contratadas sem licitação ou procedimento de inexigibilidade ou dispensa, o que, segundo Everaldo, caracterizaria prática de improbidade administrativa.

*BN