CBF volta a ser multada por homofobia da torcida do Brasil

Foto: Globo Esporte

O comportamento de torcedores brasileiros foi um fato para a decisão da Fifa nesta segunda-feira (2) de multar CBF, às vésperas das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. O evento-estopim foi um coro de gritos homofóbicos na partida do Brasil contra Equador, em 31 de agosto.

A multa aplicada foi de 10 mil francos suíços (valor equivalente a R$ 33 mil), e não é a primeira vez que o comportamento da torcida brasileira é penalizado pela Fifa.

Anteriormente, a CBF havia sido punida pelos brados homofóbicos em outros três jogos da seleção nas Eliminatórias Sul-Americanas, contra a Colômbia, Bolívia e Paraguai.

A política da Fifa de reprimir insultos aos homossexuais também provocaram punições para outras seis federações nesta segunda-feira. Foram multados também a Argentina, o Panamá, o Chile, a Hungria, o Equador e o México.

Além disso, a Alemanha foi penalizada com multa de 32 mil francos (R$ 105 mil) após cerca de 200 torcedores fazerem saudações nazistas em uma partida contra a República Tcheca.

*Bahia.Ba