Renato Gaúcho agradece convite do Flamengo e diz que fica no Grêmio

Em um rápido pronunciamento, o técnico Renato Gaúcho disse que fica no Grêmio. Após o título gaúcho, ele soltou um palavrão, agradeceu o Flamengo e disse que fica.

“Meu grupo e nossa torcida estão de parabéns pelo campeonato que conquistamos. Infelizmente tivemos alguns problemas, o grupo deu a volta por cima. Meu grupo é f… Estão de parabéns. O presidente vai falar com vocês. É reconhecimento pelo trabalho que todos fazem. Eu vou ficar. Agradeço muito, todos sabem meu sonho de um dia treinar o Flamengo. Não será agora, quem sabe no futuro eu possa ter outra oportunidade. Vou ficar no Grêmio, estou muito bem e vou ficar”, disse.

A oferta do Flamengo foi rejeitada apesar de ser vantajosa financeiramente. Segundo o presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, Renato não receberá aumento e permanecerá por entender o contexto.

“Ele recebeu uma oferta boa do Flamengo, pensou nela, cogitou, avaliou, mas entendeu em seu contexto, por tudo que está se construindo, deveria ficar. Um treinador como ele, ao ser contatado por qualquer clube, simplesmente não pode recusar. São poucos técnicos no futebol que têm excelência, capacidade de discutir contratos e firmar bons contratos. O Renato é um deles. Ele não poderia fechar essa porta, para ele poderia ser até mais vantajoso. Mas ele tem um projeto no clube, tem projeto técnico que ele comanda, e preferiu ficar aqui. Nos informou nesta tarde. Temos que agradecer essa capacidade de escolha. Seria legítimo, normal, é do jogo, teríamos que entender que ele sairia como campeão. Mas não saiu”, disse Bolzan.

O Flamengo, agora, tem duas vertentes. Chegou a sondar Abel Braga, mas a tendência é que efetive Maurício Barbieri no comando da equipe para substituir Paulo Cesar Carpegiani, que foi demitido após fracassar na semifinal no Estadual. (Folhapress)