Técnico mexicano evita polêmica com Neymar e pede que duelo com Brasil seja ‘jogo justo’

Foto: Divulgação/Fifa/Getty Images

O técnico do México, Juan Carlos Osorio, evitou entrar em polêmica antes do jogo com o Brasil pelas oitavas de final da Copa do Mundo da Rússia, marcado para amanhã (2), às 11h da manhã, em Samara. Questionado sobre a possibilidade do atacante brasileiro Neymar provocar e cavar muitas faltas, o comandante mexicano foi evasivo e disse que espera um ‘jogo justo’.

“Falei antes do jogo sobre o Fair Play. Haverá um bom árbitro amanhã. Não vou discriminar ou criticar alguém. É um grande jogador, e amanhã o árbitro estará no comando. Espero que seja um jogo justo. Estamos concentrados no jogo”, declarou o treinador.

Osorio também foi perguntado sobre a postura do México diante da seleção brasileira. Segundo ele, o time pentacampeão mundial não deve esperar um jogo fácil contra os mexicanos. “Futebol não é basquete, rugby ou beisebol. Não dá pra antecipar o vencedor. Você tem que fazer um gol e, às vezes, você tenta o gol e ele não sai. No futebol podemos ter todos os tipos de surpresa”, afirmou o técnico.

Fonte: M1