Presidente do Conselho rejeita pedido de impeachment contra Ricardo David

Na última quinta-feira (22), cerca de 30 conselheiros do Vitória formalizaram um requerimento solicitando o impeachment do presidente do clube, Ricardo David.

No documento, além da saído do dirigente, os conselheiros pedem mais transparência do clube, prestação de contas do orçamento, escolha de um novo presidente do Conselho Fiscal e investigação do episódio do Ba-Vi do dia 18 de fevereiro, quando um membro da diretoria do Leão teria dado a ordem para a equipe “saída” do time de campo. O episódio virou motivo de piada para os torcedores do Bahia, que apelidaram o clássico de “Fuga das Galinhas”.

Entretanto, os pedidos não foram atendidos. No despacho, o presidente do Conselho Deliberativo, Paulo Catharino, argumenta que “todos os procedimentos adotados por esta Presidência do Conselho Deliberativo observaram a legalidade, bem como os princípios constitucionais do contraditório e da ampla defesa, expressamente estabelecidos no Art. 10º do Estatuto Social”.

Por isso, Catharino devolveu “o requerimento aos autores para que, no prazo até 05 dias, consubstanciem as solicitações de nº 01, 03 e 04 a fim de caracterizar suporte probatório mínimo para que sejam apreciados por esta Presidência, que na o pode agir baseado ante suspeitas e suposições, além de ser material necessário para a concretização o do amplo direito de defesa dos requeridos, observando o Art. 34 do Regimento Interno do Conselho Deliberativo”.

*VN




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *