Ex-Polegar Ricardo Costa implora por ajuda na web: ‘Cheguei no limite’

Reprodução: Divulgação

O cantor Ricardo Costa, ex-integrante do grupo Polegar, sucesso nos anos 90, usou as redes sociais para fazer um apelo aos seus seguidores: ajuda financeira. O músico, que agora trabalha em um ônibus vendendo lanches em São Paulo, abriu o coração e revelou que vem sofrendo ameaças por conta das dívidas não pagas.

“Estou com o meu ônibus com dois pneus carecas, um pneu estourado, sem documentação de 2018, devendo três meses de aluguel, pensão, luz, água, agiota, fornecedores, não tendo condições de trabalhar”, escreveu ele.

Em junho de 2017, Ricardo foi preso por ter deixado de pagar a pensão cerca de R$ 13,5 mil de pensão alimentícia ao filho de 10 anos, fruto do seu relacionamento com Anna Cristina Farina Gatolini.

No desabafo o cantor ainda afirma que vem sendo cada vez mais difícil manter o ônibus de lanches e conta que só conseguiu vender apenas uma peça durante todo o dia.

“Caramba, acabo de fechar o trabalho e vendi só um lanche. Estou me destruindo com minha situação. Tenha compaixão por mim, meu Deus. Nossa, quanto tempo peço ajuda eu não entendo. Me esforço, luto, sou humilhado perante a quem devo, ameaçado. (…) Trabalho todos os dias, de segunda a segunda, com chuva, sem chuva, das 18h às 1:30 manhã. Sou chapeiro, atendente, motorista, faço toda limpeza no final do expediente e ainda tem filho da %¨&* que fala: ‘vai trabalhar, vagabundo’”.

Nas redes sociais do cantor é possível encontrar outros desabafos, sempre com fotos do seu passado ao lado de Gugu Liberato, ex-empresário da banda.

*Bahia.Ba




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *