Sônia Abrão sobre fim de amizade com Raul Gil: ‘Não quero beijar Judas’

Sônia Abrão não quer mesmo saber de “bandeira branca” com Raul Gil. A apresentadora voltou a falar sobre o fim da amizade com o veterano do SBT e arriscou até chamá-lo de Judas.

“É um apresentador de TV que era querido por mim e não é mais. Não quero ficar falando. Eu digo o que eu tenho que dizer e ponto. Eu já disse e eu não quero ficar com réplica, tréplica… A coisa começa a descambar e pode virar baixaria”, começou Sônia, mas acabou falando mais.

A amizade dos dois estremeceu quando Gil chamou o colunista Leo Dias para o quadro ‘Pra Quem Você Tira o Chapéu’.

“Era a vez do tal apresentador falar a versão dele, falar sua história. O convite que surgiu para participar do quadro do Chapéu. Quero que se lixe. A opinião dele [Leo Dias] ao meu respeito não tem o menor valor. para essa história. O que me magoou partiu de um amigo. Aprendi com meu pai ‘Alguém falou alguma coisa de você. Primeiro veja quem fala. Porque você pode dar valor ou não’. Eu sigo essa regra e não dou valor nenhum”, continuou ela.

*NM