Após se ferir em assalto, Compadre Washington segue internado sem previsão de alta

Foto: Reprodução / Instagram

O cantor Compadre Washington, vocalista do grupo É o Tchan, segue internado nesta terça-feira (21) no Hospital das Clínicas, em São Paulo. De acordo com a assessoria do artista, o paciente encontra-se em observação e não há previsão de alta. Compadre deu entrada na madrugada do último domingo (19) após sofrer um assalto e ferir a cabeça em uma queda durante abordagem dos criminosos .

 

De acordo com os representantes do cantor, “o músico foi prontamente encaminhado para a unidade de saúde, e submetido a todos os exames de emergência necessários”. Além disso, o É o Tchan, em nome do cantor e familiares “agradece aos fãs, amigos, contratantes, colaboradores e toda a imprensa nacional pela atenção e assistência”.

 

Através do comunicado, Washington também “estende o agradecimento ao corpo clínico e técnico do Hospital das Clínicas, que não têm medido esforços para prestar um atendimento de excelência durante todo o processo de internamento do músico”.

 

Vítima de violência na capital paulista, Compadre Washington teria sido abordado por quatro pessoas que além de agredi-lo, jogá-lo no chão e dado pontapés, levaram o seu aparelho celular. Uma câmera de segurança flagrou toda a situação. No mesmo dia do incidente, mais cedo, o músico se apresentou na edição 2019 da Virada Cultural com os parceiros do É o Tchan.

*BN