Lavrador que matou mulher por rejeitar namoro é condenado a 16 anos de prisão em Cachoeira

O lavrador Bartolomeu Barbosa Vieira Filho foi condenado na quarta-feira, dia 7, a 16 anos de prisão por matar a golpes de facão Simone Conceição Mota, na cidade de Cachoeira, situada no recôncavo baiano. Conforme o Ministério Público Estadual (MP-BA), o crime aconteceu no dia 30 de maio de 2017, na presença da filha da vítima,  que na época tinha quatro anos.

Segundo a denúncia, o lavrador queria manter um relacionamento amoroso com Simone, que o rejeitava. Bartolomeu já a havia agredido com um soco e a ameaçado de morte, um mês antes do crime, quando ela havia acabado de buscar a filha na escola.

Em outra ocasião, o acusado voltou a assediar a vítima, questionando se ela havia registrado queixa e exigindo e a ocorrência fosse retirada da delegacia.

O homem foi condenado pelo crime de feminicídio, por motivo torpe e sem possibilitar a defesa da vítima.

*VN




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *