Mãe espalha cartazes com foto do filho desaparecido em Salvador para tentar descobrir paradeiro do jovem: ‘Esperança não vai acabar’

A mãe de Murilo Sergio Ramos de Oliveira, de 20 anos, que está desaparecido desde o dia 15 abril, vem colando cartazes com a foto dele em ruas de Salvador para tentar descobrir o paradeiro do jovem. Ele sumiu após sair do trabalho, no bairro da Pituba. O caso está sob investigação da Polícia Civil.

“A minha esperança não vai acabar. Aconteça o que acontecer, eu tenho que achar o meu filho. Morto eu sei que o meu filho não está”, disse a mãe, Marli dos Santos, que, além de espalhar os cartazes, conversa com as pessoas nas ruas para saber se alguém viu o jovem. A família também já procurou o jovem em unidades médicas da cidade, mas não encontrou.

Ela afirma que tem medo de o desaparecimento do filho ter alguma relação com o fato de ele ser negro e homossexual. “A gente fica com medo dos homofóbicos, porque tem muitos homofóbicos, muito preconceito. Se eu sou uma mulher que gosta de homem e tem homem que gosta de outro, eu não tenho nada a ver. Nós somos iguais, do mesmo jeito. Não tem diferença nenhuma”, destaca.

Murilo Ramos está desaparecido desde segunda-feira (15), em Salvador — Foto: Reprodução/Redes Sociais

“A rotina dele é trabalho e, quando sai do trabalho, ele liga para falar se vai chegar mais tarde. Se ele vai dormir fora, ele também avisa. Ele trabalha das 8h às 12h. Nesse dia, ele trabalhou normal e saiu normal”, destaca.

Murilo é jovem-aprendiz de uma empresa e segundo um colega, pegou o ônibus Estação Pirajá – Pituba, por volta das 12h43. A mãe conta que ele não costuma pegar esse ônibus, já que a família mora no Engenho Velho de Brotas.

“Disseram que viram ele na estação Pirajá e o ônibus que ele pegou foi com destino à estação Pirajá. De lá para cá, não sei onde ele saltou, se ficou na estação Pirajá mesmo ou no meio do caminho”, destaca.

Além de Marli, o irmão e o tio do jovem, que moram na mesma casa, também estão muito preocupados. “Ele é um sobrinho bom, todo perfeito. Mas ele vai aparecer. Eu estou na fé de Deus. A gente está lutando e se alguém disse onde ele está eu estou aqui para ir buscar”, diz o tio de Murilo, Jorge dos Santos.

O caso foi registrado na delegacia da Pituba.