Campanha vem conscientizar sobre riscos de queimadas durante a seca

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

 

Agência Brasil – A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) começou esta semana a campanha para prevenir incêndios em áreas próximas da transmissão de energia.  Sob o mote “Fique ligado: não seja o causador de um incêndio”, a agência quer motivar o senso de responsabilidade quanto ao assunto, abordando situações cotidianas em que o descuido no manuseio de fogo – especialmente em queimadas irregulares, cigarro e fogueiras – pode gerar incêndios próximos à rede de transmissão de energia elétrica.

Segundo a ANEEL, em período de seca, de julho e novembro, as principais causas do desligamento forçados na rede de transmissão de energia elétrica são as queimadas irregulares, responsáveis por cerca de 323 casos de desligamento da rede elétrica em 2018.

Legislação

Desde o Decreto 2.661, provocar queimadas próximo ao setor elétrico é crime. O dispositivo legal proíbe atear fogo em uma faixa de 15 metros dos limites de segurança das linhas de transmissão de energia e de 100 metros ao redor das subestações.

Os riscos das queimadas próximas às linhas de transmissão são de curtos-circuitos, o que pode afetar hospitais, escolas e o trânsito com o congestionamento causado pelo desligamento de semáforos. Os incêndios prejudicam também a segurança de motoristas, que têm a visibilidade das pistas prejudicada devido à fumaça.

Cuidados

A Aneel aconselha a população a acionar os bombeiros imediatamente, discando 193, caso veja algum foco de incêndio.

Outra recomendação é não jogar pontas de cigarros ou fósforos à beira de estradas ou perto de campos e florestas , não soltar balões e também não usar fogo para eliminação de lixo ou para limpeza para a plantação.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *