Petrobras lança terceiro plano de demissão voluntária no ano

                  Foto: Agência Petrobras / Stéferson Faria

 

A Petrobras anunciou hoje (26) a aprovação de um novo Programa de Desligamento Voluntário (PDV) exclusivo para os empregados que trabalham no segmento corporativo da empresa. A estatal alega que a medida tem o objetivo de “tornar a empresa mais sustentável, com uma gestão eficiente de pessoal”.

Só este ano, é o terceiro PDV oferecido aos funcionários em todos os estados, com foco em públicos específicos e com regras próprias. O primeiro foi destinado aos aposentados pelo INSS até junho de 2020 (PDV 2019).  Já o segundo PDV faz parte do Plano de Pessoal do Programa de Gestão Ativa de Portfólio (PDV Específico), direcionado especificamente aos empregados das unidades em processo de desinvestimento. Ainda de acordo com a estatal, os programas preveem as mesmas vantagens legais e indenizações.

O anúncio vem em meio a um cenário de crise e do possível fechamento de todas as unidades da empresa na Bahia. Na terça (24), segundo o jornal Correio, a gerência da Torre Pituba, unidade em Salvador que deve ser desativada até junho de 2020, apresentou a funcionários a possibilidade de demissão de concursados que trabalham no prédio. Segundo o  Sindicato dos Petroleiros da Bahia (Sindipetro-BA), foi a primeira vez que a estatal tornou pública a possibilidade de demissão.

*Metro1