Vitória e Sport se enfrentarão em momentos distintos na Série A

De um lado, um Leão revigorado e empolgado. Do outro, um Leão debilitado, mas que precisa se levantar para garantir sua sobrevivência na selva que é o Brasileirão. O jogo entre Vitória e Sport, marcado para quinta-feira (12), às 17h, no Barradão, terá dois times em momentos bem diferentes na Série A.

Antes do apito inicial seria fácil apontar o Vitória como favorito. A equipe vem embalada na competição, chegou ao quinto triunfo seguido fora de casa e, de quebra, deixou a zona de rebaixamento direto para a 11ª posição na tabela. O time treinado por Vagner Mancini tem a terceira melhor campanha do returno, com 13 pontos em sete partidas.

No segundo turno, o rubro-negro estreou com derrota para o Avaí, por 1×0, mas logo embalou. Tirou a invencibilidade do líder Corinthians em pleno Itaquerão e despachou o Coritiba, também fora de casa. Depois, voltou para casa, empatou com o Fluminense e perdeu para o São Paulo. Nos dois jogos seguintes, venceu Atlético Mineiro e Botafogo, ambos como visitante. Está claro: o time é avassalador quando joga sem a presença do seu torcedor. É aí que mora o perigo para o Leão baiano.

Apesar da bela campanha no returno e da marca impressionante de ser o segundo melhor visitante de toda a competição, com campanha inferior apenas à do líder Corinthians, o Leão é o pior mandante do torneio. Dos 13 jogos que fez em Salvador, o time só conseguiu vencer dois, contra Atlético Mineiro e Ponte Preta. Houve ainda três empates e oito derrotas, o que dá um aproveitamento de apenas 23%.

Isto é um alento para o Sport que, diferente do Vitória, faz péssima campanha no returno e ocupa a 17ª posição, abrindo a zona de rebaixamento. Até agora, o Leão da Ilha não venceu nenhum dos sete jogos – perdeu cinco e empatou dois. Só para ter noção da diferença de desempenho no segundo turno, enquanto os baianos têm 61,9% de aproveitamento, o time pernambucano está com apenas 9,5%.

Equilíbrio
Apesar da disparidade e das seis posições que os separam, a diferença entre Vitória e Sport é de apenas dois pontos (32 a 30). Por isso, é fundamental encerrar a má fase no Barradão já na quinta-feira.

Na história da Série A, os times se enfrentaram 22 vezes, com oito triunfos para cada lado e seis empates. A disputa é tão equilibrada que até o número de gols é o mesmo: 24 para cada.

Só que, ao fazer um recorte apenas dos jogos em Salvador, quem domina é o Vitória. No Barradão, os times se enfrentaram 10 vezes, com seis triunfos do Leão baiano, dois empates e duas derrotas.