Barreiras: SEAP entra com recurso para reverter liminar que interditou conjunto penal

Foto: Divulgação / Secom

Em resposta ao pedido de interdição parcial do Conjunto Penal de Barreiras, a Secretaria de Administração Penitenciária e Ressocialização (SEAP) informou por meio de nota que a Procuradoria Geral do Estado está entrando com recurso no Tribunal de Justiça para reverter a liminar que interditou o conjunto penitenciário. De acordo com a SEAP, que o Conjunto Penal de Barreiras possui nesta data 530 presos para 533 vagas. “Além de não registrar superlotação, a unidade tem um papel fundamental no Sistema de Defesa Social do oeste baiano, pois foi a  primeira Unidade Prisional construída na região do ‘Além São Francisco’, e recepciona todos os presos de delegacias das regiões circunvizinhas, promovendo uma custódia mais humanizada”, diz a nota.

*BN