‘Pastor’ disse que estava possuído pelo demônio para justificar atos de pedofilia

O pastor evangélico Gilmar Silva Porto, de 35 anos, foi preso pela Polícia Civil de Caetité, durante a manhã desta quinta-feira (7), sob acusação de pedofilia. Gilmar estavam em sua residência no bairro Pedro Cruz, quando foi abordado pelos agentes policiais.
De acordo com a polícia, foram encontrados pendrives e cartões de memória com fotos de crianças e adolescentes nus. O pastor confessou os crimes e disse que os cometeu possuído pelos demônios. Ele preferia meninas entre 13 e 17 anos.
Ainda segundo a polícia, o acusado utilizava como forma de atração dos menores, perfis falsos nas redes sociais, onde marcava encontro com as vítimas. A prisão foi possível graças a uma investigação do Serviço de Informações da Polícia Civil, que durou 40 dias.
Ele foi encaminhado à sede da Delegacia Territorial de Caetité, onde foi autuado e ficou detido à disposição da justiça. A polícia acredita que novas vítimas poderão surgir após a divulgação da prisão.
*Portal lapa oeste