Itaparica: Júri popular de taxista que matou ex a facadas é anulado

O júri popular do taxista Ângelo da Silva, acusado de matar a ex-companheira Helem Moreira, em junho do ano passado, na Ilha de Itaparica foi adiado. O julgamento seria realizado nesta quinta-feira (29) (relembre), mas o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) informou que novos jurados serão convocados para o júri.

Angêlo é acusado de matar a integrante do Quilombo Ilha por não aceitar o fim do relacionamento. O júri estava marcado para as 8h30, no Fórum de Itaparica, em Mar Grande.

De acordo com informações do Jornal Correio, ainda não há uma nova data para o julgamento, nem qual motivo causou a substituição dos jurados.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *