Bahia: borracheiro vira dono de área cinco vezes maior que Salvador

A Comissão de Agricultura da Câmara realiza amanhã uma audiência pública para discutir uma estranha história envolvendo um borracheiro que virou dono de uma área de 366 mil hectares em Formosa do Rio Preto, no oeste da Bahia.

A partir de uma polêmica decisão do juiz Sérgio Sampaio, e com base em um inventário de 1915, o borracheiro José Dias, um borracheiro local, passou a ser o proprietário de uma área que corresponde a cinco vezes o tamanho de Salvador. O MP baiano qualificou a decisão do magistrado como uma “posse mágica”.

Em outra decisão, o mesmo juiz determinou a remoção repentina de cerca de 300 famílias produtoras do local. Boa parte delas está ali ali desde a década de 1980.

Instalada a confusão, Sampaio declarou-se suspeito para continuar no caso, alegando questões de foro íntimo.

Enquanto isso, o borracheiro Dias criou uma holding com capital de R$ 580 milhões, em sociedade com uma advogada.

De acordo com o deputado Osmar Serraglio, que requereu a audiência de amanhã, a escritura do borracheiro foi obtida de forma ilegal.

Fonte: Blog do Lauro Jardim , O Globo




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *