Em 10 anos, estado gastou R$ 38 bi em segurança, mas taxa de homicídios cresceu 98%

Em 10 anos, a Bahia gastou pelo menos R$ 38,72 bilhões na área de segurança. Um estudo do Fórum Brasileiro de Segurança Pública 2019, divulgado no último dia 13, aponta que, entre 2006 e 2016, o governo aumentou quase R$ 1 bilhão do investimento no setor.

O gasto, no entanto, não refletiu nos índices de violência e criminalidade no estado. O último Atlas da Violência, pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, mostrou que, no mesmo período, a taxa de homicídios a cada 100 mil habitantes cresceu 97,8%.

“É de se destacar que se essa despesa continua crescendo em situação de queda de arrecadação, demonstra-se uma clara priorização. É preocupante, no entanto, o fato de que a sociedade não consiga perceber melhoria nos índices de violência, criminalidade e insegurança, ao longo de todo o território nacional, com poucas exceções”, afirma o estudo.

Quem investe mais?

Segundo o estudo, de 2002 a 2017, São Paulo aparece como o estado que gastou mais com segurança (22%), seguido por Minas Gerais (15,2%) , Rio de Janeiro (13,%) ,e Rio Grande do Sul e Bahia, cada um com aproximadamente 5,1%.

Juntos, esses cinco estados representam 60% dos gastos dos estados com segurança pública.

*Bahia.Ba