Mulher é suspeita de usar distintivo policial falso para conseguir atendimento médico prioritário

Foto: Polícia Civil/Divulgação

Uma mulher foi presa em flagrante em Eunápolis, por tentar intimidar funcionários do hospital municipal utilizando um distintivo falso. Ela foi presa na terça-feira (4), porém as informações do caso só foram divulgados pela Polícia Civil nesta quinta-feira (6).

Segundo o polícia, a suspeita estava exigindo atendimento prioritário para uma amiga e tentou obrigar um médico a fornecer um atestado com horário diferente. Por conta do comportamento agressivo da mulher, os funcionário chamaram a polícia.

Ela foi encaminhada para a 23ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), onde contou que adquiriu o distintivo por “vaidade”.

Ainda, ela contou que também alegou ser policial em outra ocasião, quando tentou embarcar gratuitamente em um ônibus na rodoviária da cidade. A suspeita irá responder por usurpação do exercício de função pública.

A polícia não explicou se ela ainda está detida mas informou que vai analisar a origem do distintivo e como a mulher conseguiu adquirir um.

*VN




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *