Do 3º ao 1º lugar: Após um ano, São Desidério lidera ranking de cidades com maior valor de produção agrícola do país

Foto: Roberto Samora/Reuters

O município de São Desidério, no oeste da Bahia, pulou de 3º para 1º lugar no ranking de cidades com maior valor de produção agrícola do país, em apenas um ano, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (5) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em levantamento realizado pela entidade com base em dados de 2017, o município era responsável por R$ 2,4 bilhões do que era produzido no Brasil. Dados de 2018 mostram que valor saltou para R$ R$ 3,63 bilhões.

Conforme o IBGE, o acréscimo de produção de São Desidério foi proporcionado pelo clima, que somado aos bons preços pagos às commodities, elevou o valor de produção do município em 54,4%. Os números são da pesquisa da Produção Agrícola Municipal (PAM).

Principais produtos agrícolas do país — Foto: Rikardy Tooge/G1Principais produtos agrícolas do país — Foto: Rikardy Tooge/G1

Principais produtos agrícolas do país — Foto: Rikardy Tooge/G1

A principal cultura do município é a soja, com 1,6 milhão de toneladas, alta de 12,4%, tendo valor de produção de R$ 1,8 bilhão, acréscimo de 24,0% em relação ao ano anterior.

O crescimento de São Desidério reflete também nos dados do país. O valor da produção agrícola no Brasil foi de R$ 343,5 bilhões em 2018. O montante é recorde e representa uma alta de 8,3% na comparação com 2017, quando o valor da produção agrícola do país foi de R$ 319,6 bilhões.

De acordo com o IBGE, o resultado só foi possível por causa do desempenho das principais culturas do país, como soja, café e algodão, que atingiram produções recordes no último ano e contaram com bons preços no mercado internacional.

Localização dos principiais municípios produtores — Foto: Rikardy Tooge/G1Localização dos principiais municípios produtores — Foto: Rikardy Tooge/G1

Localização dos principiais municípios produtores — Foto: Rikardy Tooge/G1

Contudo, mesmo com o resultado positivo, a área colhida caiu 0,5% (para 77,8 milhões de hectares) e a produção ficou em 198,6 milhões de toneladas, queda de 4,7% em relação a 2017.

Ranking das cidades

De acordo com a produção de 2018, além de São Desidério, apenas a cidade de Formosa do Rio Preto, também no oeste da Bahia, representa o estado na lista, em 5º lugar, com R$ 2,64 bilhões.

No ranking, São Desidério é seguido de Sapezal, com R$ 3,34 bilhões, e Sorriso, que em 2017 foi o primeiro colocado e agora completa o pódio na terceira posição, com R$ 3,29 bilhões. As duas cidades ficam no Mato Grosso.

Top-10 municípios produtores, de acordo com o IBGE — Foto: Rikardy Tooge/G1Top-10 municípios produtores, de acordo com o IBGE — Foto: Rikardy Tooge/G1
*G1