Mulher queimada pelo marido dentro de casa morre em hospital de SP

Mulher que foi queimada pelo marido dentro de casa na última quinta-feira (12) na Brasilândia, Zona Norte de São Paulo, morreu neste sábado (14) segundo informou o Hospital das Clínicas.

Selma Aparecida dos Santos tinha 33 anos e tinha ficado com 80% do corpo queimado. Ela estava internada no Hospital das Clínicas, na Zona Oeste da capital, mas não resistiu aos ferimentos.

Na quinta-feira, o marido dela, de 33 anos, ateou fogo no corpo dela e em si próprio, provocando um incêndio em casa, segundo informou o Corpo de Bombeiros. O caso foi registrado pela polícia como feminicídio, quando a mulher é morta em crime de ódio motivado pela condição de gênero, e incêndio qualificado.

O homem foi levado para Hospital Geral Vila Penteado, na Zona Norte, com 85% do corpo queimado, mas até a publicação desta reportagem a Secretaria Estadual de Saúde não havia atualizado o estado dele.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública informou no dia do crime, ele foi indiciado e seria preso assim que deixasse o hospital.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, no dia da agressão, civis apagaram o fogo antes que o socorro chegasse ao local. O homem e a mulher tiveram queimaduras de 1° e 2° grau.

*G1