Greve de caminhoneiros é a notícia mais lembrada sobre gestão Temer, diz Ibope

Foto: divulgação

A greve de dez dias dos caminhoneiros que parou o País em maio foi a notícia mais associada à gestão Michel Temer na pesquisa realizada neste mês pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) com o Ibope. O tema foi citado por 12% dos entrevistados e superou a corrupção no governo, tema que foi lembrado por 11% dos entrevistados, de acordo com o levantamento divulgado nesta quinta-feira (28). Como a manifestação ocorreu especificamente no mês passado, no levantamento divulgado em abril o tema não foi citado. Em terceiro e quarto lugares, aparecem outros temas ligados à paralisação: o “aumento nos preços dos combustíveis” foi citado por 8% como a notícia mais lembrada do governo Temer, e o tema “greves e paralisações pelo Brasil (sem especificar)” foi lembrado por 5%. A “Operação Lava Jato/Mensalão” foi tema lembrado por 4% das pessoas ouvidas no levantamento, e o “manifestações pelo Brasil (também sem especificar)”, obteve 2% das menções, mesmo porcentual de “Reforma da casa da filha do presidente da República” e “Adiamento da reforma da Previdência”. Cresceu o porcentual entre os que avaliam que o noticiário é mais desfavorável para o governo. Na pesquisa de março, 51% das pessoas pensavam desta forma, agora são 59%, enquanto 21% avaliam que os fatos do noticiário não são nem favoráveis e nem desfavoráveis, ante 24% no levantamento anterior. O porcentual de pessoas que acreditam que as notícias são mais favoráveis à gestão de Michel Temer oscilou de 10% para 9%. Outros 11% não sabem ou não responderam. A pesquisa foi feita entre 21 e 24 de junho, com 2 mil eleitores em 128 municípios. A margem de erro estimada é de 2 pontos percentuais para mais ou menos e o nível de confiança utilizado é de 95%. A pesquisa está registrada sobre o número BR-02265/2018.

*BN