Projeto de lei congela salário de servidores públicos federais, diz jornal

O relator do projeto de lei que estabelece as diretrizes para o Orçamento de 2019, senador Dalírio Beber (PSDB-SC), propôs congelar salários de servidores públicos federais.

Ao Estadão, o tucano garantiu que a economia gerada pelo corte seria de R$ 6 bilhões e proporcionaria o adiamento dos reajustes de servidores civis – caso incluísse na lista os militares, subiria a R$ 11 bilhões.

A publicação afirma que a medida tem apoio da equipe econômica. Os gastos com pessoal representam hoje a segunda maior despesa primária do Orçamento, atrás do pagamento de aposentadorias e pensões.

A folha de salários da União deve custar R$ 302,5 bilhões em 2018. Um reajuste, ainda que no mesmo patamar da inflação, elevaria as despesas em R$ 10,6 bilhões, diz o parecer.

*M1