Telefonia fixa tem redução de 4,42% em 12 meses

De acordo com dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o Brasil registrou 39.112.393 linhas fixas em operação no mês de agosto de 2018. Em relação ao mês anterior, agosto apresentou diminuição de 233.113 unidades (-0,59%) e nos últimos 12 meses a redução foi de 1.810.123 linhas (-4,42%).

Em agosto deste ano, 16.711.948 linhas fixas foram registradas pelas autorizadas no país e 22.400.445 pelas concessionárias. Em 12 meses, as autorizadas tiveram redução de 207.086 linhas (-1,22%) e as concessionárias queda de 1.603.037 linhas (-6,68%). Comparado a julho deste ano, houve diminuição de 80.264 linhas (-0,48%) entre as autorizadas e nas concessionárias a redução foi de 152.849 linhas (-0,68%).

Grupos

No mês de agosto de 2018, entre as autorizadas, a Claro liderou o mercado com 10.607.185 linhas (63,47%), seguida pela Telefônica com 4.422.542 (26,46%), Telecom Itália (TIM) com 767.060 (4,59%), Algar (CTBC Telecom) com 421.146 (2,52%), Oi com 171.645 (1,03%). Quanto às concessionárias, a Oi liderou com 12.684.520 linhas (56,63%), seguida pela Telefônica com 8.800.959 (39,29%), Algar com 754.594 (3,37%), Sercomtel com 158.515 (0,71%) e Claro com 1.857 (0,01%).

Estados

No mês de agosto, entre as autorizadas, o estado de São Paulo manteve o maior quantitativo de linhas fixas 5.650.847 unidades (33,81%), seguido pelo Rio de Janeiro com 1.987.545 (11,89%). Mesma situação entre as concessionárias, 8.980.886 linhas (40,09%) em São Paulo e Rio de Janeiro com 2.540.089 linhas (11,34%).

Os números da telefonia fixa estão disponíveis no Portal da Anatel.

*Acorda Cidade