Ministro diz que Brasil ‘tem muito a lucrar’ com escolas cívico-militares

 

Foto : Marcello Casal Jr. / Agência Brasil

 

O ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, disse hoje (26), durante uma audiência pública na Comissão de Educação do Senado, que o Brasil “tem muito a lucrar” com o modelo de escolas cívico-militares. A declaração veio após o recuo sobre o comunicado divulgado ontem pela pasta, que pedia para as escolas filmarem seus alunos cantando o hino nacional.

“Eu acho que tem muito a lucrar, sim, o Brasil, com a adoção desse modelo de escolas cívico-militares. Que não saem caras, porque o investimento é mínimo”, afirmou. Segundo ele, os municípios que adotarem a prática têm “uma maneira de dar uma melhor destinação às suas instalações e ter um melhor rendimento acadêmico”.

Bandeira do presidente Jair Bolsonaro, a ampliação do modelo foi incentivada através de um decreto no início de seu mandato, que estabeleceu a criação de uma Subsecretaria de Fomento às Escolas Cívico-Militares e, ainda, propôs a adesão das escolas municipais e estaduais.

*Metro1