Prisco rebate críticas a pacote de Moro: ‘Nunca viram o combate na rua’

O deputado estadual Soldado Prisco (PSC) rebateu as críticas contrárias ao pacote anticrime apresentado pelo ministro da Justiça e da Segurança Pública, Sergio Moro. A proposta, anunciada na semana passada, ainda será avaliada no Congresso Nacional e só depois deve entrar em vigor.

Entre as entidades que lançaram ressalvas ao projeto, estão a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), o Instituto Sou da Paz e o Instituto de Defesa do Direito de Defesa. Este último afirmou que a medida abre espaço para o agravamento da violência estatal contra a população pobre e negra das periferias.

“Não vejo dessa forma, porque legislação penal para um policial que comete um crime contra qualquer cidadão está mantida. Hoje já existe auto de resistência. No confronto, se o policial for alvejado, a outra parte pode ‘perder’. Infelizmente, as pessoas que falam isso nunca viram o combate na rua, da realidade que o país está vivendo”, afirmou Prisco, ao bahia.ba.

O deputado disse que tem grande expectativa para o governo Bolsonaro, em relação ao setor de segurança pública, mas, até então, as medidas estariam paradas por conta do estado de saúde do presidente, que teve complicações médicas após o atentado durante as eleições.

“Vamos esperar que ele (Bolsonaro) retorne do período médico. A expectativa é muito grande, tanto do povo quanto da gente”, avaliou.

*Bahia.Ba