Procon solicita suspensão de voos da Gol com Boeing modelo 737 MAX 8

Foto: Reprodução / Aviation Tribune

A Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) de São Paulo determinou a suspensão imediata dos voos de todos os aviões Boeing modelo 737 MAX 8 que fazem parte da frota da empresa Gol, mesmo modelo que se envolveu em dois acidentes aéreos. O mais recente, aconteceu na Etiópia neste domingo (10) e matou 157 pessoas.

 

A coincidência entre os dois acidentes levou o regulador da indústria de aviação da China (CAA) a determinar a proibição, nesta segunda-feira (11), de voos de quase cem aeronaves Boeing 737 MAX 8 operados pelas companhias aéreas na China. Autoridades da Indonésia fizeram o mesmo.

 

Entretanto a Gol declarou que nesta segunda-feira ainda mantinha sete aviões Boeing 737 MAX 8 em rotas internacionais, levando a queda das ações da empresa.

 

No pedido para que a Gol suspenda os voos o Procon-SP utilizou o argumento de prevenção de ocorrências de futuros acidentes. Para o órgão, desta forma é possível evitar riscos para os usuários do transporte aéreo.

 

“Considerando que a segurança é um direito fundamental do consumidor, a Fundação Procon-SP, vinculada à Secretaria da Justiça e Cidadania, notificará hoje a Gol Linhas Aéreas para que suspenda imediatamente a operação de todas as aeronaves da Boeing modelo 737 MAX 8, em razão da ocorrência de acidentes de perfil semelhante em curto espaço de tempo”, disse o Procon em comunicado.

*BN