Dublê afastado após cair de cavalo acusa Globo de descaso

O ator Emanoel Soares Silvares, que dublou Ricardo Pereira em “Deus Salve o Rei”, acusa a Rede Globo que descaso após ele cair de um cavalo durante gravação e ficar afastado dos trabalhos. O acidente aconteceu no dia 5 de junho e ainda hoje ele sofre com os movimentos do braço limitados por rompimento do ligamento do cotovelo.

Ele afirma que a emissora e a agência de casting Stelar Produções Artísticas não tem cumprido com as obrigações. Sem dinheiro para o tratamento adequado e com as contas atrasadas, Emanoel ficou deprimido e pensou em tirar a própria vida, de acordo com matéria do Notícias da TV, do Uol.

Aos 34 anos, o dublê diz que as primeiras consultas, os exames a as sessões de fisioterapia foram pagas pelo seguro de acidente de trabalho da Rede Globo. No entanto, sem poder trabalhar, as dívidas foram se acumulando, e ele continuou a precisar ir ao médico, comprar medicações e manteve os seus custos de vida.
Há dois meses, Emanoel descobriu que precisará ser submetido a uma cirurgia. Desde fevereiro, tenta pedir ajuda a Globo e à agência Stelar, mas não obteve resposta. Agora decidiu processar ambas as empresas.

“Desde o laudo médico solicitando a cirurgia, em fevereiro, os envolvidos não mais se pronunciaram. Estou sem poder trabalhar. Estou passando necessidades. Agora, tenho que esperar o juiz dar o parecer. Não tenho como comprar os remédios, estou há oito dias sem dormir, sinto dores e ninguém se importa com isso”, diz Silvares.

A porta-voz da e uma das responsáveis pela contratação do ator, negou que não tenha prestado assistência a ele. “Ele não ficou desamparado, foi assistido”.

*Bahia.Ba