Pai é suspeito de agredir filho de três anos após ele usar batom: “Minha família não tem viado”

Um homem é suspeito de ter agredido o filho de três anos após ele ter visto a criança brincando com um batom, na cidade de Uberaba, em Minas Gerais, na noite de segunda-feira (08). Segundo informações do jornal Estado de Minas, a mãe e a irmã mais velha do menino chegaram a ser ameaçadas ao denunciar o ataque. O suspeito foi detido.

De acordo com o boletim de ocorrência, a vítima e a irmã de 13 anos, que é filha de outro relacionamento, foram passar o final de semana na casa do pai, que é divorciado da mãe do menino.

A criança decidiu brincar com um batom, mas sujou o rosto e quando o pai viu a cena, deu chineladas nas costas dela. “Na minha família não tem viado”, teria dito o homem, segundo a irmã do menino, que avisou à mãe do garoto o que tinha acontecido por meio de mensagem.

A vítima foi levada para o Hospital da Criança, mas não há informações sobre o estado de saúde dele. Após ser detido, o suspeito disse que “não gostou de ver a criança brincando com batom”, mas não pretendia machucar o filho. Ele ainda afirmou que tinha se descontrolado após ter ingerido bebida alcoólica.

*VN