Petrobras perde R$ 91 milhões após interferência de Bolsonaro

A Petrobras já deixou de arrecadar cerca de R$ 91 milhões desde a interferência do presidente Jair Bolsonaro no preço do diesel nas refinarias da estatal.

O cálculo foi feito pela Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom) levando em consideração a diferença entre o custo de importação do derivado e o cobrado pela Petrobras no mercado interno.

Na véspera da suspensão do reajuste, na quinta-feira, o barril do tipo Brent era cotado em US$ 70,83. Hoje, já alcança US$ 72,12.

*M1