Comércio varejista baiano cresce 1% em março

Reprodução

Em movimento contrário à trajetória de queda do setor nos meses anteriores, o comércio varejista na Bahia registrou crescimento de 1% em março, quando comparado ao mesmo período em 2017.

No varejo nacional, as vendas aumentaram 6,5%, em relação à mesma base de comparação. Na análise sazonal, a taxa do comércio varejista baiano ficou estável.

Os dados foram apurados pela Pesquisa Mensal de Comércio, analisados pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI).

De acordo com o órgão, cinco dos oito segmentos que compõem o Indicador do Volume de Vendas registraram comportamento positivo, sendo determinantes para o comportamento do setor.

Sãos eles: Outros artigos de uso pessoal e doméstico (15,5%); Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (10,4%); Livros, jornais, revistas e papelaria (9,1%); Tecidos, vestuário e calçados (3%), e Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (0,5%).

*Bahia.Ba