‘Não ajudaremos os vagabundos’, diz Paulo Guedes sobre programas sociais

O ministro da Economia, Paulo Guedes, defendeu nesta terça-feira, 9, durante a Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, que o melhor programa social para um país é a criação de empregos. Sempre seremos uma nação generosa, sempre ajudaremos quem ficou para atrás. Mas não ajudaremos os vagabundos, não podemos premiar corrupção e vagabundagem”, declarou.

O ministro declarou ainda que a nova carteira de trabalho – verde e amarela, com menos encargos – conseguirá criar novos empregos. “Quando lançarmos o novo sistema com encargos baixos, a antiga Previdência vai começar a desonerar a folha e também vai gerar mais empregos”, afirmou.

Guedes declarou ainda que pretende reduzir o preço do gás de cozinha pela metade em até dois anos. “Daqui a dois anos, o botijão de gás vai chegar pela metade do preço à casa do trabalhador brasileiro”, prometeu. “No Brasil é mais caro que nos países que não têm gás. Por quê? Porque tem monopólio. Vamos quebrar esses monopólios e vamos baixar o preço do gás e petróleo com a competição, fora a redução da roubalheira”.

*Yahoo