Programa Mais Infância conclui penúltimo ciclo de capacitação de professores de 2017

 

O penúltimo ciclo de capacitação de professores e gestores reuniu cerca de 400 participantes de 200 creches comunitárias, durante o 9º Encontro de Formação Pedagógica dos Professores de Creches Comunitárias das Voluntarias Sociais da Bahia (VSBA), neste sábado (11), no Instituto Anisio Teixeira (IAT), em Salvador. Com aulas sempre no segundo sábado do mês, o curso tem carga horária de 40 horas e direito a certificação pela VSBA.

A gestora de uma creche que fica dentro do terreiro Ilê Axé Opô Afonjá, Terezinha da Silva, participou de todos os ciclos. “Aqui tudo é trabalhado em grupo, nossas opiniões são trabalhadas e levadas para as reuniões seguintes. A gente leva para a escola tudo o que aprende aqui, servimos de multiplicadores do conhecimento. Eu já apliquei várias técnicas, já levo as crianças para trabalhos em grupo no terreiro, para conhecerem as árvores, a cultura, pois isso também é uma aula”.

O arte-educador Geraldo Pita foi um dos palestrantes deste ciclo. “É um prazer fazer parte deste trabalho. Eu sou arte-educador há mais de 30 anos e comecei no Pelourinho. Esta função de articular a capacitação do educador, que o Governo do Estado está fazendo, é muito importante, porque assim eu posso passar para eles toda a experiência que eu adquiri na minha vida de arte-educador”. 
Diretor de formação das Voluntárias Sociais da Bahia, Manoel Calazans afirma que o auditório cheio do Instituto Anísio Teixeira indica o reconhecimento dos educadores da importância da formação oferecida pelo Programa Mais Infância. “As escolas comunitárias não tinham acesso à formação continuada e essa é uma oportunidade para todos esses educadores, que aconteceu durante todo o ano de 2017 e vai continuar em 2018 com novo formato, novidades, novos eventos”.

Calazans destacou a aproximação entre a universidade e as escolas comunitárias. “Temos também os estagiários indo para as escolas comunitárias, o nosso movimento é de aproximar as universidades públicas e privadas deste trabalho, para que tragam novas tecnologias para as escolas comunitárias”.
Estagiária de Pedagogia, Oliene de Oliveira Santos afirma que “trabalhar as creches através do Programa Mais Infância é uma oportunidade de excelência. A gente adquire conhecimentos, saberes, pratica, além de podermos também levar o conhecimento que adquirimos na faculdade para essas instituições que muitas vezes são carentes da fundamentação acadêmica”, conta.

Encerramento

Segundo Calazans, o grande seminário do Mais Infância será realizado no dia 5 de dezembro no Senai Cimatec. “A expectativa é que tenhamos mais de mil educadores discutindo os rumos da infância. Os educadores das escolas comunitárias já estão convidados para participar. O projeto começou pequenininho, um sonho da primeira-dama Aline Peixoto que ganhou corpo e que traz resultados de atividades desenvolvidas”. As inscrições para o Seminário Mais Infância poderão ser feitas no site www.seminariomaisinfancia.com.br.