SAJ: Estado realiza mutirão para cadastrar jovens do Recôncavo no Programa Primeiro Emprego

O Governo do Estado está realizando o cadastramento de jovens das cidades pertencentes ao Núcleo Territorial de Educação (NTE 21), em Santo Antônio de Jesus (a 196 km de Salvador), no Recôncavo Baiano, que concluíram os cursos técnicos de nível médio nos anos de 2015, 2016 e 2017 na rede estadual de Educação Profissional e Tecnológica. A ação visa o cadastramento dos egressos por meio do Mutirão do Programa Primeiro Emprego, que acontece, nestas segunda e terça-feira (5 e 6), no Colégio Estadual Francisco da Conceição. A iniciativa objetiva viabilizar a contratação dos jovens, a partir da atualização cadastral e do encaminhamento dos habilitados às vagas disponíveis do programa.

O mutirão está sendo desenvolvido em conjunto pelas secretarias estaduais da Educação, do Trabalho (SETRE), da Administração (SAEB), da Casa Civil e de fundações parceiras, como a Fundação Luís Eduardo Magalhães (FLEM) e Fundação Estatal Saúde da Família (FESF).

Para realizar a atualização cadastral, o egresso precisa apresentar os seguintes documentos: carteira de trabalho, carteira de identidade (RG), CPF, carteira de reservista, título de eleitor, último comprovante de votação, comprovante de residência, currículo atualizado, diploma ou histórico escolar, certidão de casamento, certidão de nascimento caso tenha filho, cartão de vacinação (dependente com até cinco anos de idade), comprovante de escolaridade (dependente após seis anos), conta bancária, duas fotos 3×4. Além disso, o candidato não pode ter a carteira assinada por mais de um ano e precisa ter feito o estágio completo na área.

Railane Santos Fonseca, 20, que concluiu o curso técnico em Segurança do Trabalho, no Centro Territorial de Educação Profissional do Recôncavo (CETEP), participou da triagem de documentos e, agora, aguarda ansiosa o resultado final. “Esta é uma grande oportunidade que o governo está nos dando de ingressarmos no mundo do trabalho, pois queremos trabalhar em nossas áreas de formação”, diz entusiasmada.

A técnica em Contabilidade Macéias Macena, 20, que concluiu o curso em 2016, no Colégio Estadual Francisco da Conceição, também realizou a atualização cadastral e está esperançosa. “Fora o estágio, esta será, de fato, a minha primeira experiência profissional na área e estou muito contente, porque vou colocar em prática tudo o que eu aprendi durante os anos de curso”.

Caso seja elegível para a vaga, o candidato terá a Carteira de Trabalho assinada, com todos os direitos garantidos. O contrato tem duração de 24 meses no Estado. A remuneração nas instituições privadas é a partir de um salário mínimo; já nas Fundações, o contemplado terá, além de salário mínimo, plano de saúde (PLANSERV), alimentação, vale transporte e processo formativo vinculado a sua área e ao serviço público. Para aqueles que concluíram as disciplinas, mas não finalizou o estágio obrigatório, poderá haver encaminhamento para estágio remunerado em órgãos públicos.

Primeiro Emprego – Trata-se de uma ação social de combate ao desemprego dos jovens, promovido pelo Governo do Estado, para inserir egressos e estudantes da Educação Profissional no mercado de trabalho, além de estimular uma maior dedicação na sala de aula, justamente por contemplar aqueles com melhores resultados. Para que os estudantes e egressos sejam contatados, em caso de seleção, é importante que estejam com seus dados cadastrais atualizados no banco de dados da Secretaria Estadual da Educação.

Fotos: Divulgação / Assessoria de Comunicação – ASCOM