APLB diz que professores farão greve geral caso reforma da Previdência seja aprovada em Comissão

BNews/Vagner Souza

 

O presidente da APLB-Sindicato, Rui Oliveira, afirmou ao BNews que a categoria estuda aprovar uma greve geral da Educação no Estado caso a reforma da Previdência seja aprovada na Comissão Especial da Câmara Federal.

Ele faz uma avaliação positiva sobre o ato contra a reforma. “Aqui na Bahia, batemos recorde, com 60 mil trabalhadores da rede privada e da rede pública. A APLB parou a rede toda”, declarou o ativista durante os protestos realizados em Salvador, nesta sexta-feira (14).

“Vamos fazer uma reunião nos municípios em pleno São João. Caso a Reforma passe na Comissão Especial, vai ter Greve geral até o dia da votação”, completa.

 

*BocãoNews