Professores da Uefs, Uesc e Uesb acabam greve, mas ficam em estado de mobilização

 

Os professores da Uefs (Universidade Estadual de Feira de Santana), Uesb (Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia) e Uesc (Universidade Estadual De Santa Cruz) também decidaram a encerrar a greve nesta quarta-feira (12), mas vão ficar em estado de mobilização permanente. A informação foi confirmada ao Bahia Notícias pelo Fórum das Associações Docentes, instância que reúne os sindicatos das instituições.

Os grevistas acataram a proposta do governo de promover 900 docentes e liberar R$ 36 milhões para as instituições superiores. Para encerrar a paralisação, os professores também reinvidicaram que o governo mantenha uma mesa permanente de negociação.

A Universidade do Estado da Bahia (Uneb) também encerrou a greve após os professores ficarem dois meses com os braços cruzados (veja aqui).

Fonte BN