Acionista nos EUA abre processo contra BRF após nova fase da Carne Fraca

Foto: Divulgação

Um executivo americano acionou judicialmente a companhia de alimentos BRF, após a nova fase da Operação Carne Fraca ter sido decretada.

O autor da denúncia, Ryo Nakamura, acusa a maior exportadora de aves do mundo de ocultar o envolvimento em fraudes quanto à análise sanitária de produtos alimentícios, o que acarretou na prisão do ex-presidente da companhia.

Em denúncia apresentada na noite de ontem, à Corte Distrital de Manhattan em nome de detentores de American Depositary Receipts, Nakamura afirmou que a BRF, o ex-presidente Pedro Faria e outros funcionários inflacionaram artificialmente o preço das ações da empresa brasileira, a fim de enganar acionistas sobre as operações e práticas de conformidade.

As ações da BRF fecharam a US$ 7,59 em 5 de março, queda de 19% em um dia, após Faria ser preso e a Justiça determinar a prisão de outras 10 pessoas.

 *M1