Ataque do governo sírio mata ao menos 40 pessoas

(AFP)

Ativistas sírios, membros de equipes de resgate e médicos afirmam que um ataque com gás venenoso matou pelo menos 40 pessoas em uma cidade controlada por rebeldes perto da capital.  Um suposto ataque na cidade de Douma teria ocorrido na noite de sábado (7) em meio a retomada da ofensiva das forças do governo sírio após a quebra de uma trégua.

O Observatório Sírio para os Direitos Humanos disse que pelo menos 80 pessoas foram mortas em Douma no sábado, incluindo cerca de 40 que morreram por sufocamento.

Os socorristas ligados à oposição, conhecidos como Capacetes Brancos, também relataram o ataque, dizendo que famílias inteiras foram sufocadas em suas casas e em abrigos.

A Sociedade Médica Síria Americana, uma organização de ajuda humanitária, diz que 41 pessoas foram mortas e centenas ficaram feridas.

*Correio