Veja o momento em que os 13 jovens foram encontrados em caverna na Tailândia

A Marinha da Tailândia divulgou um vídeo nesta segunda-feira que mostra o momento em que os 12 adolescentes e seu treinador de futebol foram encontrados na caverna de Tham Luang, onde estão presos há nove dias devido a inundações do complexo subterrâneo de cavernas em um parque na província de Chiang Rai. Todas as 13 pessoas estão a salvo, de acordo com o governo regional. A dramática operação de resgate que comoveu o país nos últimos dias contava com mil socorristas de diversos países.

Há dois mergulhadores britânicos na equipe, Rick Stanton and John Volanthen, segundo a BBC. Eles dizem que foram os primeiros a chegar e que há muitos outros socorristas a caminho:

— Estamos chegando, está tudo bem. Muitos estão vindo, nós somos os primeiros — diz um deles.

DESNORTEADOS

Um dos integrantes do grupo pergunta que dia é hoje, e os mergulhadores explicam que é segunda-feira e que eles ficaram presos por mais de uma semana. O socorrista pede para que os garotos e o treinador fiquem no ponto mais alto da área em que estavam agrupados, indicando que vão entregar luzes e trazer comida e um médico na terça-feira.

— Vocês são muito fortes — tranquiliza um dos mergulhadores.

O governador da província de Chiang Rai, Narongsak Osattanakorn, disse que depois que médicos avaliarem a condição de saúde dos integrantes do grupo, eles receberão tratamento para, então, o resgate ser iniciado. No vídeo, os meninos parecem estar em bom estado físico.

— Eles estão a salvo, mas nossa missão não está completa. Nossa missão é buscar, resgatar e retornar. Até agora só os encontramos. A próxima missão é tirá-los da caverna e mandá-los para casa — disse o governador.

Ele explicou que, antes de levar comida até o grupo, será avaliado como podem se alimentar, “já que não comem há muito tempo”. Por enquanto, não está claro quanto tempo demorará para que o resgate seja concluído. Os meninos podem estar sofrendo de desnutrição e baixa temperatura corporal, e dois deles têm asma, segundo o comunicado de Turajane.

Os meninos, que têm entre 11 e 16 anos, e o treinador Ekkapol Janthawong, de 25 anos, desapareceram no dia 23 de junho durante uma excursão ao complexo de cavernas de Tham Luang, que se estende por 10 quilômetros abaixo de montanhas no parque florestal Khun Nam Nang Non, no norte da província de Chiang Rai. A chuva começou a cair depois que o grupo entrou e a água fez com que ficassem

Os jogadores de futebol e seu treinador, que formavam o time Moo Pa (“Javali Selvagem”), entraram na caverna na tarde daquele sábado, depois do treino da equipe, atravessando uma placa que alertava os visitantes para não penetrarem no local de julho a novembro, devido ao perigo de enchentes durante a estação chuvosa. O aviso também dizia que os visitantes deveriam se reportar à guarda florestal antes de entrar, o que o grupo não fez, disseram as autoridades.

O primeiro alerta do desaparecimento do grupo veio de uma das mães, quando seu filho não retornou para casa de seu treinamento na noite do dia 23. Em um ponto ao longo da trilha, alguns meninos deixaram suas malas, disseram autoridades. Em outro, os sapatos. Além dos pertences na boca da caverna e marcas de mãos nas paredes, nenhum vestígio deles havia sido encontrado até então.

*OGlobo