Itabuna: mulher que matou namorados com chumbinho envenenou um deles duas vezes

Foto: Divulgação / SSP-BA

A mulher que foi presa na segunda-feira (11), em Itabuna, suspeita de matar dois namorados por envenenamento durante o período de oito meses, teria dado chumbinho a um deles dentro de um hospital quando ficou sabendo que ele teria alta médica depois de ser intoxicado por ela pela primeira vez. Segundo informações da polícia, Wane Brenda Oliveira utilizou chumbinho para matar dois namorados quando eles revelaram a intenção de terminar o relacionamento com ela. De acordo com as investigações policiais, as vítimas namoraram com Wane em 2017. A mulher negou os crimes, mas foi levada para o presídio da cidade. Evandro Bonfim de Souza, de 40 anos, foi a segunda vítima da mulher, e quando foi envenenado pela primeira vez por ela, ficou internado por cerca de nove dias e quando deveria receber alta, teve uma parada cardíaca. Segundo o site Barreiras Notícias, Brenda esteve o tempo todo acompanhando o enfermo na unidade médica e por isso a polícia suspeitou  que ela teria o envenenado pela segunda vez. “O médico realmente suspeitou contando com o resíduo gástrico, o retorno que veio da sonda nasogástrica. Realmente, estava um aspecto parecendo chumbinho. E quando subiu para o CTI, depois de alguns dias, eu insisti em fazer um [exame] toxicológico de urina. Então eu queria que realmente fosse desvendado mesmo. E a suspeita veio dela, porque da primeira vez ele estava com ela e da segunda vez ela estava com ele. É uma pessoa má, perversa”, falou a irmã e Evandro, Eumara Bonfim.

*BN