Casal é preso acusado de envenenar família em Maragogipe

Elisângela Oliveira e o companheiro Valci Soares foram presos, pela equipe da DT/Maragogipe, pela participação nas mortes de uma mulher de 23 anos e das filhas dela, de dois e cinco anos

Apontada como principal suspeita pela morte de duas crianças e da mãe delas, por envenenamento, em Margogipe, Elisângela Almeida Oliveira foi localizada, nesta quinta-feira (11), por equipes da Delegacia Territorial (DT), daquela cidade, em cumprimento a um mandado de prisão temporária. O companheiro dela Valci Boaventura Soares, também foi preso.

A investigação acerca da morte de Adriane Ribeiro Santos, de 23 anos, e das filhas dela  Greisse Santos da Conceição, de cinco anos, e Ruteh Santos da Conceição, de dois anos, revelou que Elisângela envenenou a família utilizando um inseticida de uso agrícola. Os crimes ocorreram nos dias 30 de julho, e 6 e 13 de agosto, deste ano.

Um mandado de busca e apreensão já havia sido cumprido na casa de Elisângela e Valci. A polícia também apurou que o casal vinha coagindo testemunhas para que não dessem informações e destruindo provas que poderiam revelar seu envolvimento nos crimes.

O laudo pericial do exame realizado, pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT), nos corpos de Adriane e das crianças, mostrou resquício do veneno, oferecido às vítimas misturado em alimentos. A polícia busca agora compreender a motivação dos homicídios, interrogando o casal.

Ascom-PC