Empresários e profissionais liberais são maioria na nova Câmara, mostra levantamento

Empresários e profissionais liberais são maioria na nova Câmara, mostra levantamento

Mais da metade dos 513 deputados federais eleitos e reeleitos nas eleições do último domingo (7) são empresários e profissionais liberais, segundo levantamento feito pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap). Os demais se dividem entre assalariados e profissionais de atividades diversas, como ator, humorista, sacerdote e pastor evangélico, além de estudantes.

 

De acordo com o Diap, 133 parlamentares eleitos se declararam empresários, porém ainda há 14 produtores do setor de agronegócio e sete comerciantes. Ainda conforme a Diap, o grupo tende a ser maior, porque “um advogado, dono de um grande escritório de advocacia, embora possa viver dos dividendos de seu negócio, prefere se apresentar como profissional liberal a como empresário”.

 

Entre os profissionais liberais estão advogados e graduados em Direito, médicos, economistas, administradores, jornalistas, engenheiros, enfermeiros, corretores, contadores, médicos veterinários e agrônomos. Segundo a Agência Brasil, nessa categoria estão cerca de 200 deputados que declaram profissões cuja renda é proveniente do trabalho sem vínculo empregatício.

 

O levantamento mostrou que 20 deputados eleitos declararam atividades ligadas à religião – 15 pastores evangélicos, dois sacerdotes, um frade franciscano, um teólogo e um ministro do evangelho. Na nova Câmara haverá 26 professores, 26 servidores públicos e 32 militares, policiais e bombeiros.

Fonte:BN