Conselheira tutelar é investigada por agredir adolescente de 16 anos com alicate na Bahia

Uma conselheira tutelar é investigada por agredir com um alicate, na quarta-feira (7), uma adolescente de 16 anos, na cidade de Itaeté, na Chapada Diamantina. Conforme informações da Polícia Civil, a agressão aconteceu após um desentendimento entre a vítima e a filha da conselheira.

Segundo a polícia, as duas garotas discutiram na escola, que fica no centro da cidade. Após o desentendimento, a suspeita, identificada como Joelma de Carquejo, foi até a casa da adolescente para tirar satisfação com os pais da garota, quando começou uma discussão.

De acordo com a Polícia Civil, a garota contou em depoimento ocorrido nesta quinta-feira (8) que a conselheira e a filha dela a agrediram com um alicate na região do rosto. A jovem passou por exames de corpo delito no Instituto Médico Legal (IML) de Itaberaba.

A polícia informou que Joelma Carquejo também foi ouvida nesta quinta-feira e negou a agressão. A conselheira foi liberada após o depoimento, pois não foi decretada prisão preventiva e nem foi constatado o flagrante.

A reportagem tentou falar com o Conselho Tutelar da cidade, para obter um posicionamento do órgão, mas não obteve contato.

Ainda de acordo com a polícia, o laudo do exame pericial é aguardado e testemunhas serão ouvidas.

*G1