Acusado de feminicídio é preso 48 horas após o crime em Serrinha

Sidnei de Jesus Ramos, acusado de matar Elielza Lima de Oliveira, no dia 16 de fevereiro, foi preso por policiais do Serviço de Investigação (SI), da Delegacia Territorial (DT), de Serrinha, 48 horas após o feminicídio.

Localizado no povoado de Fazendo Grande, Sidnei confessou o crime. De acordo com o coordenador da 15ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Serrinha), delegado Mozart Cavalcanti, foi solicitada a prisão preventiva do feminicida e decretada pela Justiça.

Após a prisão, o acusado deverá ser encaminhado para o Conjunto Penal de Serrinha, onde responderá pelo crime.

*Ascom PC