Preso homem que mantinha mãe e filho em cárcere há 8 meses

A delegada Simone Moutinho, titular da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), de Periperi, reuniu a imprensa, nesta sexta-feira (8), para dar os detalhes da prisão do agressor William Guimarães de Oliveira, de 28 anos, preso em flagrante por manter a namorada, de 18 anos, e o filho dela, de três, em cárcere privado, no bairro Jardim das Margaridas.

Os maus-tratos foram descobertos pela família da vítima, depois que ela conseguiu pegar o celular do criminoso e enviar fotos dos ferimentos para familiares. William trancava mãe e filho em cômodos diferentes e alimentava o garoto a cada dois dias. “Ambos eram submetidos a sessões diárias de espancamento”, detalhou a delegada.

A polícia apurou que William tem passagens pela polícia por assalto a ônibus. Ele foi preso em via pública e, no momento da abordagem, os investigadores encontraram com ele, a chave do apartamento onde ele trancava as vítimas. A mulher chegou a ter uma das unhas arrancadas, a mordidas, pelo criminoso.

A delegada Claudenice Mayo, do Departamento de Polícia Metropolitana (Depom), que também participou da coletiva, informou que mãe e filho foram acolhidos pela rede de assistência às vítimas de violência doméstica e estão recebendo atendimento psicológico. William vai responder por tortura, cárcere privado, lesão corporal e pelos crimes contra a criança.

 

Ascom-PC/Caroline Araújo




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *